OPINIÃO: O PAPEL DO CARDIOPNEUMOLOGISTA COMO STUDY COORDINATOR

 

“… Que atividades desempenham os Cardiopneumologistas como Study Coordinators na Investigação Clínica?”


A investigação em saúde é uma atividade complexa que deverá ser coordenada de forma eficaz num centro de investigação quer seja hospitalar ou académico. Estes deverão ter condições para que a investigação seja conduzida com rigor e de forma minuciosa cumprindo as boas práticas clínicas. Estes centros têm equipas de investigação responsáveis pela realização dos ensaios clínicos, tais como técnicos superiores de diagnóstico e terapêutica, farmacêuticos, enfermeiros, médicos, entre outros profissionais de saúde e não só.


Dos técnicos superiores de diagnóstico e terapêutica, destacamos o Cardiopneumologista, sendo este responsável pela realização e interpretação de exames de diagnóstico no âmbito do ensaio, fazendo parte de uma equipa de investigação multidisciplinar. Pode ainda desempenhar atividades nos Estudos Clínicos, tais como como de Study Coordinator (SC) e de Co-investigador quando delegado.
O Study Coordinator é o membro da equipa responsável pela gestão de todos os procedimentos de estudo, pelo acompanhamento dos participantes, execução de procedimentos de protocolo, estabelecendo a ligação entre as entidades internas e externas do centro de investigação.

 
O Cardiopneumologista como Study Coordinator atua na gestão interna e externa da investigação, desempenhando papéis como recolha e organização da documentação, acompanhamento das visitas de exequibilidade e qualificação do centro de ensaio, inserção dos dados nas plataformas do estudo, resolução de queries, gestão do formulário de consentimento informado, gestão do contrato financeiro, gestão do material de estudo, pré-seleção dos doentes, gestão do dossier do Investigador, organização das reuniões de equipa, entre outras atividades. Desta forma, o Study Coordinator atua como um elemento fundamental durante o ensaio clínico, para que o mesmo garanta o bem-estar e segurança do doente, decorra com qualidade e de acordo com o protocolo de estudo. 


Estas funções de SC podem ser desempenhadas por diferentes profissionais de saúde, no entanto, e em particular em Centros com forte atividade de Investigação nas áreas terapêuticas da Cardiopneumologia, o exercício das funções do Cardiopneumologista na área de estudo e a estreita relação já existente com os doentes no seguimento das suas patologias, concede uma fidelização do doente enquanto voluntário na participação no estudo clínico. 
Todavia, o investimento e diferenciação na formação do Cardiopneumologista como Study Coordinator é indispensável, a fim de proporcionar uma investigação clínica de excelência.

 

Autora: Omaira Quitério, aluna 4º ano da Licenciatura em Cardiopneumologia na ESSCVP-Lisboa, no âmbito do estágio clínico de Cardiopneumologia no Hospital de Vila Franca de Xira, EPE. Colaboração de Sofia Marmeleira (aluna 4º ano na Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa) e orientação do Professor Gil Nunes (ESSCVP-Lisboa e Técnico de Cardiopneumologia no Hospital de Vila Franca de Xira, EPE), de Mafalda Moreira (Técnica de Cardiopneumologia no Hospital de Vila Franca de Xira, EPE) e da Professora Inês Cabrita (ESSCVP-Lisboa).

ESSCVP Notícia