Dia Mundial da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho

 

O Dia Mundial da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho é comemorado anualmente no dia 8 de maio e relembra o Movimento Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho, que abrange mais de 160 milhões de pessoas através de sua rede de cerca de 17 milhões de voluntários e 450.000 funcionários.

 

Só em Portugal, a Cruz Vermelha abrange cerca de 1 milhão de pessoas, criando comunidades mais seguras e resilientes através de uma gama diversificada e inovadora de serviços adaptados às necessidades locais. Desde o apoio domiciliário à teleassistência, passando pelos berçários e residências assistidas, são muitas as atividades e serviços que apoiam diariamente milhares de pessoas, de todas as idades e condições, um trabalho que conta com a dedicação incansável dos 10 mil voluntários e 2.000 funcionários da Cruz Vermelha Portuguesa, em 170 estruturas locais em Portugal.

 

Cruz Vermelha Portuguesa no combate à Covid-19

 

A Cruz Vermelha Portuguesa (CVP) assegurou uma resposta eficaz no combate à Covid-19, relembrando a sua missão internacional de “prevenir e aliviar o sofrimento humano”. Constitui missão da CVP prestar assistência humanitária e social, em especial aos mais vulneráveis, prevenindo e reparando o sofrimento e contribuindo para a defesa da vida, da saúde e da dignidade humana. [Artigo 5º, Decreto-lei nº 281/2007, 7 de Agosto ]

 

No seu plano de resposta à Covid-19, a Cruz Vermelha Portuguesa garantiu a distribuição de alimentos a mais de 7.728 pessoas e refeições a 2.377 pessoas, passando pela campanha de higiene pessoal e no domicílio, que abrangeu mais de 4.164 pessoas, assegurou ainda medicamentos a 602 pessoas, prestou apoio a 459 sem-abrigos e atendeu, na sua linha de apoio, mais de 1.637 pessoas.

 

Paralelamente, o Hospital da Cruz Vermelha anunciou, dia 24 de março, a implementação de um sistema de triagem smart dedicado ao controlo de casos suspeitos de Covid-19. No plano de intervenção está incluída, igualmente, uma sala de Cuidados Intensivos equipada para lidar com as possíveis consequências da pandemia.

 

Resta endereçar um enorme agradecimento à missão e valores da Cruz Vermelha Portuguesa, tão bem representada além-fronteiras. Que este seja mais um ano de sucessos, marcando a diferença entre aqueles que mais precisam, lutando por uma comunidade mais justa, humana e resiliente.

ESSCVP Notícia